Prof. José Afonso de Oliveira

Foto Christian Rizzi

O atual processo de globalização em curso coloca abaixo as fronteiras que, criadas no passado recente, não mais tem razão suficiente para a sua existência.

Isso é chocante, mas profundamente verdadeiro quando através da informática acoplada aos meios de comunicação social de massa, especialmente a televisão, com satélites, nos possibilitam conexões instantâneas com qualquer pessoa no globo a qualquer hora e dia. O mundo, de alguma forma parece ter diminuído de tamanho.

Isso traz uma série enorme de consequências pois permite uma maior transparência em tudo aquilo que empresas, governos e mesmo pessoas individualmente possam fazer, de sorte a termos maior vigilância e com isso melhorias na própria sociedade. De alguma maneira hoje todas as atividades são públicas, isto é, visíveis, nada mais podendo ser escondido.

De outra sorte colocam pessoas, as mais diferentes em contato com outras o que permite um maior nível de conhecimento que vai desde projetos educacionais, passando por áreas de atendimento médico até a própria realização de transações econômicas, comerciais e financeiras. Não existindo mais fronteiras as barreiras que anteriormente dificultavam essas relações tendem ao desaparecimento.

Hoje, como estamos em algum lugar do planeta e, simultaneamente, no globo podemos ter sensações bem diferentes. Antes para que isso fosse possível era necessário que nos deslocássemos fisicamente quer realizando turismo, encontros comerciais e financeiros, enfim isso tinha um custo muito elevado e um tempo razoavelmente longo para ser realizado.

É claro que essas mudanças implicam em grandes transformações, conforme estamos verificando. Não é mais possível ou mesmo viável ensinar os nossos alunos, como no passado recente, de vez que eles possuem, com grande facilidade acesso a informações disponibilizadas, mundo afora. O mesmo ocorre na área médica o que permite tratamentos muito mais eficazes pois que informações desse setor também podem e devem ser acessadas.

Isso tudo para percebermos que estamos em um outro mundo já muito distinto de tudo aquilo que vivemos recentemente. Muito mais virá pela frente, conforme estamos observando necessitando que tenhamos, permanentemente, uma disposição enorme para realizarmos grandes mudanças em nossas vidas e na sociedade.