O Refúgio Biológico de Itaipu, em Foz do Iguaçu no Paraná, conseguiu a primeira reprodução de onças-pintadas em cativeiro desde que iniciou as tentativas, em 2002. Dois filhotes nasceram em dezembro. Alguns dias após o nascimento um dos filhotes morreu. A expectativa é que o filhote seja liberado para contemplação dos visitantes a partir de abril. Por enquanto, apenas o pai, Valente pode ser observado. Foto Front Press/Christian Rizzi

Em abril, os visitantes do Refúgio Biológico de Itaipu poderão conhecer o filhote de onça, fruto do acasalamento entre Nena (onça-preta) e Valente (onça-pintada). Com 35 dias e 4,7 quilos, a oncinha está saudável e já mostra o instinto felino. Em 14 anos de tentativa, essa foi a primeira reprodução de onças no Refúgio Biológico. Em breve, a Itaipu fará um concurso para escolher um nome e batizar a bebê-onça. Foto: Front Press/Christian Rizzi.